segunda-feira, janeiro 07, 2008

Cap'n Jazz - Analphabetapolothology


“O som emo é pesado, rápido, quase punk!” Pedro Bial.
Fugindo um pouco da declaração do nosso sábio da música, Cap’n Jazz foi sim uma banda emo (ok, podem rotular seus filhas da puta).
Em 1989, Chicago (cidadezinha legal, lembram da Punky?), os irmãos Tim e Mike Kinsella formaram a banda e começaram seus trabalhados de garagem junto com Sam Zurick e Victor Villareal, tudo isso depois de algumas mudanças no conjunto e com a adição do guitarrista Davey von Bohlen.
Ta, e qual a moral daquela bosta no começo do post? Simples, a “missão” do Cap’n Jazz foi tirar o emo (assim por dizer) do underground (lembre-se, estamos no começo da década de 90) e o trazer para a luz do mainstream, fazendo uso de guitarras sujas, porém melódicas, baterias rápidas, ritmos quebrados, e, principalmente, um vocal mais limpo, apesar dos berros. Eles foram e são extremamente influentes, sendo reconhecidos por muitas bandas, e, apesar do pouco sucesso fora da sua região, eles ajudaram a modelar esse estilo de som na época, deixando-o mais fácil e mais comercial (vendido é a puta que pariu).
Foi uma banda de vida curta e poucos discos, o Analphabetapolothology (ufa!) foi lançado em 1998 (ironicamente 3 anos depois do fim da banda), via Jade Tree Records e contém todas as músicas lançadas pelo grupo, incluindo algumas ao vivo.
O som deles é incrível, o vocal é muito bom, os backing vocals são lindos, as guitarras magníficas e a bateria forte. São muitas músicas neste disco duplo, algumas melhores, outras nem tanto, mas preciso destacar algumas: "Rocky Rococo" (a melhor deles na minha opinião, com backing vocals e berros simplesmente indescritíveis), "Puddle Splashers", "Que Suerte!", "AOK", enfim, colocaria o álbum inteiro aqui.
Mas agora, chega de falar, baixa logo o álbum e tire a dúvida se eu sou um fanboy idiota da banda ou se ela realmente merece atenção.

7 comentários:

Rodrigo Breck disse...

sensacional. foi dificilimo achar no emule este album 1 mes atras. parabens. eu ja tenho, mas foi uma otima sugestao pra galera baixar!

Alexandre disse...

Falar de "emo" é foda pois a imagem que temos agora é algo totalmente DISTORCIDO do que em sua origem. É uma longa história de como o emocore (assim como o newmetal) foi distocido, quem acompanhou sabe do que estou falando.

No final a história que prevalece é a contada pela grande massa ACÉFALA. Emo hoje em dia é qualquer merda poser, com letra de viado, com guitarrinhas de viado... enfim: SOM DE VIADO.

Gostei do seu post, me lembra a época que emo era rock alternativo e NADA tinha a ver com ser POSER e viado.

ps: Este ficheiro foi removido devido a infração de direito de autor

=~(

Matias disse...

Putz, malditos rednecks!!!
Vou ver se mando de novo. :)

Matias Leidemer disse...

link atualizado ;)

Alexandre disse...

Opa, downloadando. Vlw!

=D

Daniel disse...

link quebrado, de novo =(

Am I Nietzsche disse...

Liink quebradoo! Nãããããoooo D: