domingo, dezembro 09, 2007

S.O.D. - Speak English Or Die


Scott Ian tinha acabado de gravar as guitarras para o disco Spreading The Disease de sua banda Anthrax, porém ainda sobrava algumas horas de estúdio, então, o que fazer?
Ele recém tinha criado um personagem, o Sargento D (esse da capa), um personagem politicamente incorreto, assim como todas as letras que ele tinha escrito para fazer uma banda de Hardcore para ser a encarnação musical do cara, aí que surge o Stormtroopers Of Death, ou apenas S.O.D. Chamou então seus camaradas para tirar o projeto do papel; Charlie Benante, companheiro de Anthrax na bateria, Dan Lilker, ex-Antrax e líder do Nuclear Assault no baixo, e o controverso vocalista Billy Milano, que na época tocava baixo em uma banda chamada Psychos; todos membros da música pesada de Nova Iorque para formar um projeto totalmente descompromissado que se tornou um dos maiores nomes e mais notórias bandas do gênero que ficou conhecido por Crossover.
O quatro rapazes gravaram uma demo e mandaram pra Megaforce Records, vê se eles se interessavam; Resposta positiva, mão na massa. Em apenas três dias, a banda fez a gravação e toda a mixagem de Speak English Or Die, um clássico para aqueles que curtem música rápida e pesada; Toda a rebeldia e energia do Hardcore, com a agressividade e velocidade do Thras/Speed Metal, com letras totalmente "politicamente incorrestas" (o nome do disco já dá uma boa idéia), como idéias facistas, racistas e sexistas, apenas pra encher o saco, esse play acabou virando um mais clássicos do estilo Crossover, que estava començando a se popularizar entre Punks e Headbangers, acabando com o tabu de que Punk não ouve Metal e vice-versa.
Porém como todos os integrantes tinham suas bandas principais, o S.O.D. sempre foi um projeto paralelo que ficava de lado, sendo ressucitado alguma vezes, como esse ano, no lançamento do EP Rise Of The Infidels, que Milano garante ser o último. Atualmente os integrantes mal se falam, trocaram alguns e-mails apenas quando surgiu o boato que Billy havia morrido, e tudo isso começou logo no lançamento deste disco, que com uma produção tão baixa e despretenciosa, vendeu muito mais que o Spreading The Disease, do Anthrax, o que não conformava Ian e Benante, e muito também ao conflito de egos.
Considerado como apenas um projeto, S.O.D. marcou época com esse lançamento no mundo da música pesada, e tu pode conferir clicando na capa e depois me diz o que achou.

6 comentários:

Ernesto Pereira disse...

Bomzaço! Sódi é foda!!

Bernardi disse...

vamos conferir entao !!!

Winston Torresmo disse...

me disseram que essa banda é fudida, vamu vê!!!!!!

Pinguim disse...

Adoro essa banda!!!Tanto que tenho o Bigger Than The Devil autografado pelo Dan Lilke! Curto demais os dois.

Anônimo disse...

Animal véio. falando em Billy Milano postem o M.O.D tbem....

Anônimo disse...

Discaço este , lembro que no meu bairro um cara trouxe dos usa todo mundo pirou cada dia na casa de um escutamos tanto que fudeu a bolacha , vi aqui baixei na hora e uma porrada na orelha.

Luiz Bruxo