segunda-feira, setembro 29, 2008

Gang Green - Another Wasted Night


Gang Green foi (ou é, pois o fim não é algo declarado) uma banda oriunda de Boston, lá dos anos 80, que tocava aquele hardcore sujo e divertido, sem muito peso, mas com muita atitude, já que seu fundador, Chris Doherty, tinha apenas 15 anos.
Another Wasted Night, CDzinho lançado pelos meados de 1997, é uma coletânea cujas músicas são datadas de 1984 a 1988. A primeira impressão é estranha. O vocal é agudão e incomum no estilo, obviamente devido a idade de Chris. Modestamente, o melhor que ele fez foi ir tocar guitarra nos Jerry's Kids, posteriormente, pois seu vocal é, no mínimo, bizarro. Mas as músicas são ótimas! Temos como exemplo a empolgante "Alcohol", que foi coverizada pelos alemães bêbados do Tankard e pelos finlandeses malvados do Impaled Nazarene. No mais, várias composições simples e atraentes, com exceção das que fecham o álbum, pois parecem uma tentativa frustrada de tocar um country.
Atualmente, após diversas mudanças de formação no período dos anos 90, a banda encontra-se num constante hiato. Pelo que se sabe, o último show (ou um dos últimos) realizou-se em 2005. Há rumores de que Chris esteja em estúdio compondo músicas novas. Por enquanto, o lance é escutar as antigas, que não são uma maravilha completa, nem serviram como base de inspiração para diversas bandas, mas são severamente boas naquilo que se propõem a ser! Download.

3 comentários:

chucknorris disse...

Legal o Gang Green, me deu uma certa nostalgia, eu tinha um disco chamado "Preschool" que eu escutava muito nos anos 80. Muito louco todo skate punk, barulhento, e com umas atravessadas no andamento no meio hehehe muito louco, eu adorava esse disco.
Não tem como falar de Gang Green sem falar de Boston Hardcore Music Scene. Um fenômeno bem interessante nos anos 80, por ter muitas universidades na grande Boston a cena hardcore de lá teve uma projeção nos Estados Unidos maior até do que deveria. As rádios universitárias abriam espaço para todo e qualquer som não-comercial, e toda e qualquer "frat" tinha suas festas com bandas locais tocando nas suas sedes ou nos clubs. No documentário "American Hardcore" da pra se notar esse contexto bem.
Voltando ao Gang Green, talvez eles tenham sido os que mais se beneficiaram disso, realmente o fato de até a banda alemã ter feito cover deles, eles sempre foram obcecados por cerveja nas letras e na vida real é claro, com performances altamente etílicas, e mais letras sobre sexo, e skateboard, e mais cerveja hehehe. O som deles mudou depois pelo que escutei ficou bem mais pro crossover o que é bem compreensível pra época.
Muito legal relembrar esta banda, lembrei de outras bandas legais da época como o Screeching Weasel também que era da area de Chicago. Sons bem bacanas fora do eixo NY-Cali.
Valeu Patrick e abraço a todos do Fukt.

Felipe Eugênio disse...

Esse disco, Another Wasted Night foi lançado 2 vezes, uma lá pela metade dos anos 80, entre 85 e 87 e essa aí, versão de 97.
Particularmente, acho que esse é disparado o melhor deles, pois como o amigo chucknorris disse, entraram na onda Crossover, e arrumaram contrato com a Roadrunner. Aqui acontece o contrário do D.R.I.: acho a fase Crossover deles bem melhor que a fase hardcore punk.
Quanto a cena de Chicago, eu não tão fã assim, acho que os maiores nomes dos anos 80 seja o Articles Of Faith e Naked Raygun, mas a minha preferida é o Big Black, mais alternativa e barulhenta, banda do grande Steve Albini.
Nos anos 90 que surgiram outras várias, mais na linha "Pop" Punk, como o 88 Fingers Louie, Alkaline Trio, Lawrence Arms, Rise Against e até Fall Out Boy.
Quanto ao Screeching Weasel, não sou muito fã, mas acho eles, um equivalente ao Vandals, da região So-Cal, pelo som punk e letras bestas, que influenciaram boa parte da geração "Pop Punk".

Thiago DJ disse...

Gang Green é foda, hardcore old school, reto e tosco, minha cara.

O blog é muito bom, acho demais as resenhas q vcs fazem.

Força aí!!!

Thiago DJ