segunda-feira, abril 30, 2007

Job For A Cowboy - Doom


Mais um álbum que já havia sido postado, e agora é repostado pelos mesmos motivos do Speed/Kill/Hate, ou seja, é uma banda que vale a pena ouvir! Esse foi um dos primeiros que eu postei, e, como expliquei antes, não haviam muitos visitantes e os cd's expiravam. Felizmente, hoje a situação é outra, e agradeço novamente a todos vocês por nos visitarem, baixarem os álbuns e comentarem. Valeu mesmo! :D
É sempre muito bom ver que algumas bandas ainda prezam pela originalidade em vez de ficarem copiando umas às outras descaradamente. Começo falando isso porque essa banda aqui soa como única, para mim.
Tive uma grande surpresa e enorme satisfação quando ouvi este EP do Job For A Cowboy pela primeira vez, e isso só aumentou com o tempo.
De começo, pensei que fosse mais uma banda gringa ao estilo do Massacration (garanto que vocês também acharam o nome estranho, não?), mas não é zuação nenhuma. O negócio aqui é sério mesmo, apesar do nome soar estranho. Na verdade, parece que virou "moda" lá no exterior os caras batizarem as bandas com nomes gigantes ou estranhos e executarem som extremo e trabalhado.
Doom é o primeiro trabalho dos caras após uma demo, e o que se ouve aqui nesse EP é um tipo de death metal muito trabalhado, muito bem executado e muito bem gravado. Algumas pessoas dizem que o estilo da banda é "deathcore", mas eu, particularmente, não vejo traço algum de hardcore no som deles. Não é um death metal puro, seria algo sem rótulo. Existem bandas que estão acima de rótulos, e o JFAC é uma delas, com certeza.
É uma das melhores bandas atuais e esse ano promete, pois está para sair o full-lengh, entitulado de Genesis.
Sobre as músicas da demo, a meu ver, não possuem nada de excepcional. O legal é que a mudança foi enorme dessas demos para o EP, e os caras fizeram algo normal virar algo matador e surpreendente.
Começa com uma intro bem bizarra chamada "Catharsis for the Buried", aonde você escuta alguém que parece estar sendo enterrado vivo gritar desesperadamente: "Let me out!" e logo em seguida, grudada no fim dessa intro, vem "Entombment of a Machine", uma porradaria insana com alterações de velocidade e muita variação. Pouca coisa se repete, não conheço banda que faça som parecido com o do JFAC, por isso você só entenderá ouvindo. E após ela o som não baixa o nível em momento algum, pois todas, eu disse TODAS, as músicas são digníssimas de nota. "Suspended By The Throat", "The Rising Tide", "Relinquished" ou "Chicken So Delicious" (também conhecida como "Knee Deep") são músicas excelentes e realmente não consigo destacar uma entre elas.
De bônus para vocês, acrescentei as faixa "Entities" e "Embedded". "Entities" saiu como faixa "oculta" em algumas prensagens americanas, e "Embedded" é uma das músicas do CD novo que vazou antes de ser mixada/masterizada.
Já começam a ganhar seu merecido reconhecimento, e eles têm tudo para serem um grande nome do metal mundial. Apesar da maioria dos fãs de death metal old school estarem torcendo a cara para o Job For A Cowboy, eu apóio e recomendo a banda. Já mandei pintar camiseta dos caras e só não comprei o material porque existe apenas na gringa. :/
Download.

5 comentários:

ernestorp disse...

Fodaça essa banda!! destaque pros vocais..

Gustavo disse...

acompanho esse blog há um tempo e gosto muito por não só postarem os cds, colocando uma breve história da banda, resenhas e tal.
pra mim, job também foi uma surpresa, o som dos caras é viciante mesmo :D
deixo aqui minha sugestão pra uma banda que eu sou viciado desde que conheci, e olha que isso faz um tempo, vocês devem conhecer, The Fall of Troy. o Cd novo deles sai amanhã mas já está por aí na internet, vale a pena ouvir ;)

Nails disse...

eu tenho altos sons desses caras, realmnente de foder!

Julian disse...

o blog eh fantastico e esse post foi muito foda!
ces tão no meus favoritos!
job=insano!

Richardson Antônio disse...

comprei uma camisa deles hoje :)