sábado, junho 16, 2007

Isis - Oceanic


Escutava em alto e bom som o Leviathan, do Mastodon, quando decidi abrir a janelinha do Last.FM, como de costume, para ver aquele tradicional lance de info sobre a banda. Nunca tinha reparado muito nos "artistas parecidos" (até porque, em alguns casos, é cada coisa sem ligação que aparece...), mas um lindo nome me chamou a atenção. Qual? Isis.
Decidi correr atrás de material da banda e baixei uma música no eMule. Haviam várias opções, mas escolhi "Maritime" por ser um belo nome e imaginar que a banda poderia fazer um som atmosférico, ambiente ou algo do gênero. Para a minha surpresa, a música era apenas instrumental, nada a ver com o Mastodon, porém excelente, simples e viciante. Galera, esse som é muito lindo! Lindo mesmo! Viciei nela. É basicamente um som simples e repetitivo, mas a melodia é tão agradável que não enjoa.
Decidi baixar o CD completo, no caso esse Oceanic, para tirar uma conclusão mais "geral" sobre a banda. Para minha surpresa novamente, ao escutar a primeira faixa, a bela "The Beginning and the End", percebi que realmente a banda tem certa ligação com o Mastodon, e essa ligação está nos vocais. O som começa bem light, sem muito peso e etc, até que o vocal entra. É surpreendente que os caras colocam um puta vocal agressivo sobre bases de guitarras não muito pesadas e uns teclados meio ocultos para criar um certo clima.
Para a minha felicidade, a semelhança com outras bandas está apenas no vocal, porque o Isis - pelo que escutei e li - é uma banda com um estilo próprio, algo totalmente acima de rótulos, aquela banda que você só entende ouvindo e não consegue encaixar em nenhum rótulo. "Ambient Atmospheric Sludge"? "Progressive Drone Doom Metal"? "Post-metal"? Nunca tinha ouvido falar em 'coisas' do gênero, mas é +/- assim que algumas pessoas tentam classificar o som deles. Desnecessário, pois o talento desses caras está acima de qualquer rótulo gigantesco e absurdo, absolutamente por ser um som tão absurdo quanto esses rótulos. Não é nada impossível de executar, nem o som mais surpreendente do mundo, mas é algo que não haviam feito antes; e o melhor: Soa muito bem.
Músicas longas (geralmente mais de 6 minutos até aprox. 10), melodias marcantes, viciantes e repetitivas, estrutura arrastada, vocais agressivos e a capacidade de passar emoções através de lindas notas. Isso é Isis, um som para quem tem paciência e tempo para viajar através de ondas sonoras. Eu tive várias lembranças remotas ao escutar algumas melodias da já citada primeira faixa e imaginei lindas cenas ao som da também já citada "Maritime".
Baixe e viaje você também por esse imenso oceano sonoro.

6 comentários:

saint disse...

comentou bem sobre o album cara, irei baixar, belo blog o seu, parabens ae

Felipe Eugênio disse...

Realmente, falei pro Julio que o texto ficou bom, e o disco é massa, assim como o outro, In The Absent Of Truth. Valeu

Anônimo disse...

o da concorrencia tah melhor!!!

Felipe Eugênio disse...

O rapaz, como assim concorrência? Bom, se o lance valesse dinheiro, com certeza seria concorrência, mas aqui todos são parceiros. Eu acesso direto o nosso "concorente", até baixei o Machine Head.

Julio disse...

Tenho que rir desses gonhaboys que vem aqui pra tirar a gente.
Quanto aos elogios, muito obrigado!

ftrc disse...

eu ainda prefiro o red sea