sexta-feira, junho 15, 2007

Motörhead - Bomber

Fazia um bom tempo, mas bom tempo mesmo que o Motörhead não dava mais as caras por aqui. Atendendo vários pedidos e botando coisas mais underground, ou alternativas, como preferir, o rock clássico ficou meio de lado por um tempo, e é exatamente por isso que tô postando Bomber, outro disco da coleção de clássicos do Motörhead.
Pra quem não sabe, a banda foi formado em 75, em Londres, e pouco tempo depois, em 79, conseguiram uma façanha heróica: Não só lançaram dois discos, lançaram dois clássicos absolutos do Rock que todo o fã da banda deve ter: Overkill e Bomber. Até hoje eu me pergunto como eles conseguiram isso? Talvez pois era a época em que a banda estava mais em evidência, já estavam com maturidade e ao mesmo tempo, tinham todo o gás e Lemmy com uma vasta experiência, de alguém que já trabalhou com Hendrix e Hawkwind, além de contarem com a formação mais afude da banda, com Lemmy na voz e no baixo, Phil "Philty Animal" na batera e "Fast" Eddie na guitarra, um verdadeiro POWER trio.
Overkill saiu em Maio e o Bomber em Outubro e não me impressiona como os dois discos, no mesmo ano conseguiram ótimas vendas, vendo que esses dois são compostos basicamente de clássicos. Overkill é meu disco preferido, e foi o primeiro álbum a ser postado aqui, e isso já faz quase um ano, e pra lêr mais sobre ele, vai no post dele, pois agora é a vez do Bomber. É o seguinte, logo que tu dá o play, já é pra matar o véio, nada mais que "Dead Man Tell No Tales", que emenda com "Lawman", outra música fodona, uma crítica feroz à polícia. Também há "Poison", que para mim é a melhor música do disco, que tem um ritmo forte, refrão marcante e uma letra revoltante, mas que não fica muito atrás pra faixa que leva o nome do disco, "Bomber", pois aquele riff inicial é pra quebrar tudo, ritmo alucinante de mais, não tem como ficar parado, sem contar todas as outras músicas, que são do velho estilo Motörhead de se fazer Rock'n'Roll. É o tipo de som que não envelheçe, sempre vai ter alguém conheçendo a banda e pirando no som desses tios louco.
O que eu tenho pra dizer, é que você não conheçe esse cd, ou até mesmo a banda, clica na capa correndo e baixa LOGO! Pois tá perdendo um disco que como já milhares de vezes, eu falei: É FODA.

Um comentário:

wally disse...

Sensacional esse album! motor é do caralho