terça-feira, julho 24, 2007

Carcass - Reek Of Putrefaction


Quando vocês encontram QUALQUER banda de goregrind por aí, devem saber que elas possuem, no mínimo, grande influência dos ingleses do Carcass, a banda que criou o goregrind, ou grindcore splatter, fica a seus critérios.
A banda foi formada em 1985 por Bill Steer (guitarrista) e mais uns caras doidos. Pouco tempo depois, o vocalista largou fora e Bill foi para o Napalm Death (dispensa comentários, né, rapá?!), entretanto, não abandonou o Carcass. Digamos que ele foi levando as duas na medida do possível, ora dando prioridade a uma ora dando prioridade a outra, mas sempre tocando; até o dia que o Carcass ficou meio inoperante e o Napalm virou sua prioridade. Bill, entretanto, não queria só falar de política e sociedade, ele queria falar de nojeiras, coisas que outras bandas não falavam, coisas que fariam uma madame regurgitar só de ouvir falar. Foi por conseqüência disso que reativou o Carcass, em 87, como um power-trio. Enquanto Bill fazia os guturais, o baixista Jeff dava os gritos secos, e a partir daí tava feita a bagaça junto com o baterista Ken Owen! Nesse ano lançaram uma demo-tape.
Um ano depois, sai esse material aqui que tornou-se um clássico absoluto, juntamente com a memorável capa que - se já deixa algumas pessoas com mal estar nos dias de hoje - chocou na época.
O som é basicamente um hardcore mais extremo, com muitos vocais guturais, com bases simples e empolgantes, alguma coisa de blast-beat na bateria, gravação desleixada, enfim... É a vertente mais repulsiva do grindcore em sua fase inicial.
Alguns anos depois, o Carcass desviou-se muito do goregrind. Partindo para gravações mais primorosas e até alguns trabalhos mais voltados à melodia - há quem diga que eles criaram o death melódico também -, a banda perdeu grande parte de seus admiradores, mas ganhou muitos outros.
Eles têm outro disco que é muito foda também, o Symphonies of Sickness, que eu postarei em breve. Mas enquanto ele não vem, baixa esse clicando aqui e divirta-se com os primórdios de um dos estilos musicais mais extremos que o cérebro e as mãos humanas já criaram.

7 comentários:

jim disse...

como pasa el tiempo...ya llevan 1 año dandome a conocer nuevas bandas...y postear discos que no los conseguia...y por sobre todo con buena onda, amor y dedicacion haciendo algo que no te pagan...solo por placer..desde aca van muy feliz primer año...y sepan que aca desde argentina siempre van a a alguien haciendoles el aguante...un abrazo

Anônimo disse...

voces disseram pra dar sugestoes de albuns, portanto aqi fica um:
Holocausto Canibal - Opusgenitalia

Goregrind, grindcore, death metal, porngrind, como qiserem, é o som mais brutal q já ouvi, é muito muito brutal mesmo! e sao portugueses :)

Abraço,
João666 from Lastfm

Anônimo disse...

tava faltando carcass no blog

heric disse...

parabens ae 1 ano do blog.. manero.. podia rola um xurras e cervas na faixa e talz ^^

Anônimo disse...

Concordo com o joão666, eu tenho outro albúm dos Holocasto Canibal e eles dão-lhe bem. Quanto a carcass, tenho alguns albúns deles e o Symphonies of Sickness é, para mim, uma obra prima do grind. Dêm a conhecer ao mundo (quem não conheça já) essa maravilha.
Abraço de Portugal

Ernesto Pereira disse...

caralho!! pegaram pesado!! Os mestres da imundiçasonoraagudaextrema!!! Esse CD do Carcass é foda! foi aí que eu conheci os caras...nota 1000!!!

Anônimo disse...

I just got rid of the computer i usually sync my iPhone on. And, as everyone knows, the new 2.0 update is coming in very soon. I have so many things on my iphone that i can't get anywhere else. Is there a way that I can sync my iphone on another computer without erasing everything already on it?



________________
[url=http://unlockiphone22.com]unlock iphone[/url]