sexta-feira, julho 11, 2008

Whitechapel - This Is Exile


Torci o nariz na primeira vez que escutei esse CD. Ainda empolgado com o ultra-brutal The Somatic Defilement, esperava mais um disco super-pesado, sujo e com aquela sonoridade à la Suffocation das antigas; tomei um grande choque no primeiro som, o qual nos mostra um Whitechapel mais veloz e menos pesado, com uma produção totalmente semelhante a do Genesis, do JFAC, ou seja, meio cristalina para death metal. Se você já escutou e acha que não, escute qualquer virada de bateria desse disco e compare com as da intro de "Strings of Hypocrisy" (essa é a que aparece mais rápido, mas pode ser qualquer outra). Isso é triste! Mesmo assim, algumas tonalidades das três guitarras e o vocal continuam a deixar alguns traços da penúltima obra. Hoje, após concluir que mais um Somatic Defilement seria extremamente raro, escuto esse This Is Exile e vejo que não é de se jogar fora, mas também não é uma maravilha. De fato, "Daemon (The Procreated)" e "Possession" são petardos, mas, no geral, o álbum é um pouco melhor que mediano. Mais interessante que grande parte das músicas são os efeitos de estúdio, onde você só percebe os baixos nos breakdowns e ainda confere vários efeitos interessantes de delay dinâmico. Numa análise profunda, há maior trabalho de guitarras e uma atitude mais séria da banda por parte das letras, mas tudo em vão, se pensarmos que o melhor deles (até o momento) está no disco antecessor a esse. Realmente é muito chato ficar batendo nisso, mas é inevitável. Download.

4 comentários:

sDm disse...

Por que tantos ñ gostam de Death metal de forma cristalina e bem produzida?? Pô acho ótimo principalmente plo fato de consiguir perceber todos os intrumentos, algo complexo como é o metal extremo, acho isso fundamental.

Julio disse...

No outro álbum ficou sujo e perceptível. Por isso a maioria prefere o anterior!

Anônimo disse...

Ora, eu ao principio achei o mesmo, tava um album aborrecido e tudo. ouvi 2ª vez, seca tremenda. á 4ª vez q ouvi este album notei umas passagens boas, guitarras e bateria. ao fim de talvez 20 vezes de o ouvir, acho que ta um album brutal!! gosto muito mais deste do que o anterior. mas é so um opiniao.

Abraços, bom trabalho

corvo disse...

Esse albúm dos caras é o melhor
com a produção limpa, fica até melhor ouvir instrumental e tudo mais, tanto o This is Exile do whitechapel, e o do JFAC Genesis, são os melhores deles!