sexta-feira, julho 18, 2008

Anthrax - Sound Of White Noise

O Anthrax é uma das pricipais bandas de thrash metal da história. Surgiu no início dos anos 80, e até hoje é considerada uma das referências no estilo. É também uma das minhas bandas favoritas (tá bom, vai... a minha favorita). Esse é o primeiro álbum do Anthrax com John Bush nos vocais, que entrou com a responsabilidade de substituir o vocalista Joey Belladonna. John era vocalista da banda Armored Saint, que apesar da qualidade, nunca alcançou o sucesso merecido. A principal impressão que se tem nesse cd é justamente a de que o Anthrax mudou. Mudou para algo maior, com uma visão mais ampla. A impressão é que eles se cansaram de fazer thrash metal tradicional (se bem que quem grava "I'm The Man", ou uma música com o Public Enemy nunca foi lá tão tradicional assim) e agora, aproveitando que têm um estilo vocal diferente para explorarem, querem experimentar um som mais arrojado. E apesar dessa tentativa de mostrarem que eles são mais que thrashers, as palhetadas thrash das guitarras ainda se fazem presentes durante todo o álbum, que alem do thrash, traz influências fortes de grunge, e um som característico do Pantera. É um amadurecimento da banda, que mostra novas empreitadas, sem perder a energia, que eles SEMPRE demonstraram, durante toda a carreira. A música "Only", certa vez foi citada por James Hetfield (o próprio, do Metallica) como uma "música perfeita" (tenho que concordar). Já em "Packaged Rebellion", percebe-se como a voz de John Bush é boa. Ele nunca vai soar melhor que o Belladonna em "Now It's Dark", por exemplo. São vocalistas diferentes, e comparar é muito complicado. Só posso dizer que o Bush não fez nada feio quando regravou músicas da fase pré-Bush da banda no The Greater Of Two Evils. Várias músicas, na minha opnião, ficaram inclusive melhores na voz dele. Como eu disse, é uma banda que mudou. Mudou e ampliou a base de influências no seu som. Isso com certeza fez muitos fãs antigos torcerem o nariz, mas também trouxe fãs novos. Voltando às músicas, destaque também para a introdução de "1000 Points of Hate" e para "Black Lodge", que tem a participação indispensável de Angelo Badalamenti, compositor da trilha sonora do filme Twin Peaks, dando um clima totalmente particular à música, diferente do resto do álbum. Download.

5 comentários:

chucknorris disse...

Na época do lançamento do Sound of White Noise eu lembro que teve muito fã antigo torcendo o nariz para o album. Foi bem uma fase em que o grunge tava infestando, Metallica lançando Black Album e etc. Além dessas mudanças nas tendências musicais do som pesado em geral também veio a mudança do vocalista. Combinação para os antigos fãs que eram os thrashers da remanescentes da década passada (80)ficarem furiosos. Em geral para quem teve e tem mente aberta Sound of White Noise é um marco na carreira do Anthrax e do metal. O disco é impecável. Belladonna cantava muito do jeito dele mas o John Bush canta muito também e na minha opinião pessoal até melhor, por ser mais maduro e menos gritalhão na forma de executar. Boa resenha Asesino parabéns, fui olhar o cd aqui e abri o encarte horrível que tem esse cd hehehe, eles tomando café da manhã, o encarte abre em 9 partes, e só tem borrão de um lado também heheh. Lembrando que na música 1000 Points of Hate tem participação do Terminator X, do já citado Public Enemy (amigões do Scott Ian, que vivia metido em problemas com a lei). Seria uma boa postar algo sobre o Armored Saint aqui pro pessoal mais novo conhecer...
Grande abraço a todos do Fukt

Lincoln Hawk disse...

Eu ainda tenho preconcetio sobre esse cd e Bush. Mas mesmo assim, ótimo comentário do sir. Chuck Norris.

Bradley Smith disse...

Otimo cd......O melhor do anthrax na minha opnião.
Black Lodge me da medo só de escutar...

Asesino disse...

caralho.. o cara falou melhor q eu do cd.. auehauheuahaheu

sábias palavras, chuck norris.

Anônimo disse...

esse cara cantando lembra MUITO o layne staley do alice in cahins