quinta-feira, agosto 02, 2007

Napalm Death - Harmony Corruption


Quando aquela mulecada do vilarejo de Meriden, em Birmingham, na Inglaterra, fundou o Napalm Death, a proposta nem era muito de serem uma banda, pois eles se interessavam num estilo que era totalmente incomum, algo que, por ali, nem existia mesmo. Grindcore, meu(minha) caro(a). O tal estilo, considerado por muitos como "anti-música" não rendia trocado algum, mas, mesmo assim, os caras decidiram ir em frente, pois eram contra o sistema. O que tinham a perder?! Nadar contra a maré é perigoso, mas eles tiveram muito mais que força de vontade e venceram. Os caras tinham talento! :D
"Não força! Músicas de 20 segundos e com uma gritaria desordenada, qualquer um faz!". Talvez... Mas o que o Napalm veio a fazer a partir de seu terceiro full-lenght, esse maravilhoso Harmony Corruption - que não está aqui por acaso, pois é foda mesmo! -, definitivamente não é para qualquer um!
Se você duvida, clica aqui para ver quantas referências já foram feitas a eles então! ;)
Harmony Corruption foi criado e lançado em 1990. Foi nesse play que o Napalm deixou o grindcore puro de lado para investir mais em algumas doses de metal; death, principalmente. As músicas de 30 segundos foram esquecidas, as letras extremamente curtas também, e tudo começou a ficar mais trabalhado e inteligente, tanto em letras como em música. Isso não foi à toa, pois a formação da banda havia mudado, tendo músicos mais sérios e experientes na mesma. Os nomes? Não sei, me desculpem. "Sinceridade é o que há" - Segundo a minha namorada. Esse disco também rendeu uma turnê mundial que passou até pela nossa terrinha, fazendo shows com o Sepultura e o Ratos de Porão.
Mas como nada são rosas eternas (ai, que gay!), o baterista Mick Harris saiu da banda dando lugar a Danny Herrera, um baterista totalmente desconhecido até o momento passado. Com essa formação, gravaram Utopia Banished, voltando às raízes do grind.
Mas e dae? O que importa aqui é essa porrada sonora no sensível ouvido da sua mamãe! E recomendo escutar as faixas "Circle Of Hypocrisy" e "Suffer The Children" no volume máximo, porque, repito, som assim não é qualquer um que faz! Death metal, hardcore, grindcore, metal extremo, enfim, tudo isso é Napalm!
Longa vida a eles, e semana que vem vai estar no ar o último lançamento, Smear Campaign.
Download.

7 comentários:

Anônimo disse...

detona HIDING BEHIND no talo,de resto escuta seuss coroas gritando um desliga esaa merda!!!hahaha.ee ae,viciei no walls oh jericho!seu blod tahducaralho!!!mt banda boa e muita podrera!bem do meu style!!!HxCx,metal-core,death,grind e splatter

Anônimo disse...

e faço um pedido se vc achar por ae velharias da gloriosa cena brazuca.POSTA AE,pf.thanks for all,MADNAZ fro japan

Anônimo disse...

how maluco,se vc souber onde dah pra baixar uns filmes de GORE me passa nesse end smiling.like.a.serial.killer@docomo.ne.jp esse eh o end do meu celular,thanks.MADNAZ from jpn

Anônimo disse...

se vc um dia vc achar,procuri por uma banda chamada EXORCIST o nimo do cd eh NIGHTMARE THEATRR,THANKS

Ernesto Pereira disse...

po, sou fan do ND a muitos anos e esse e o CD que mesno escuto, tem muito metal p mim no som...rsrs...mais Napami e napami ne...cd obrigatorio na coleçao

Anônimo disse...

napalm just kills !

Anselmo disse...

Muito do caralho!

valeu ae!