quinta-feira, abril 19, 2007

Sepultura - Beneath The Remains

Sepultura foi sempre uma banda constante aqui no blog, pois eu e o Julio têmos muita admiração pelos trabalhos da banda. O Julio curte mais os trabalhos dos primórdios da banda, como o que ele postou, Morbid Visions, onde o Sepultura ainda era uma banda com temática fortemente influênciada pelo Black Metal, e que a medida que ia crescendo, e com a entrada do guitarrista Andreas Kisser, começaram a fazer um som um pouco mais elaborado, e ganham também nas letras, que ficam mais sérias e largam o Death crú.
Beneath The Remains foi o terceiro disco que banda lançou, e saiu em 89, época que os estilos Thrash/Death estavam em formação. Se você achava que esses estilos foi apenas gringos como o Death e Morbid Angel que criaram, enganam-se, o Sepultura teve uma importância imensa para a cena do Metal pesado, rápido e blasfemador. E é por este fato que você ouve pessoas falando coisas do tipo "O Sepultura é mais conheçido no resto do mundo, do que no Brasil". Bom, conheçido até é, como "Rock Pauleira", mas não é reconheçido como um grande nome da música, por isso que tiveram que tomar o mercado internacional, para depois começarem a tocar aqui.
Este disco é um dos mais importantes da carreira dos mineiros, com a formação clássica, conseguiram fazer um cd rápido e pesado, o puro Thrash. Com o nome já divulgado dos outros dois discos, Beneath The Remains foi o primeiro disco do Sepultura a ter um enorme reconheçimento internacional, e que daí não parou mais, com o Arise e Chaos A.D., já não havia mais o que fazer, a banda já tinha seu sucesso garantido.
Logo de cara, na música que leva o nome do disco, você já consegue sentir o ódio da bateria do incasável Igor Cavalera, que soca a bateria com uma vontade e uma força desumana, aliados aos riffs cortantes e rápidos de Kisser e o baixo pesadíssimo e inconfundível voz de Max um dos melhores sons do disco. Outras grandes músicas como "Lobotomy" (Que intro mais foda!), "Inner Self", "Mass Hypnosis", "Slaves Of Pain" e até um cover dos mutantes cantado em inglês, "A Hora E A Vez Do Cabelo Crescer" um dos grandes discos do metal mundial. Ta afim de conferir? clica na capa e faz o download, e se curtir compra esse disco aí, se encontra em quase todas lojas de cd por R$20 ou R$25,00, pouco comparado com o resto.

4 comentários:

Thosewhocannotbenamed disse...

Beneath foi o quarto álbum do Sepultura. Vc se esqueceu do Split "Bestial Devastation"/"Século XX" lançado em parceria com os conterrâneos do Overdose.
Abração. Ótimo blog!

Tico disse...

classíco do Thrash metal! e por falar em Overdose lembro que ouvi os 2 últimos cds deles mais ou menos na época do chaos ad do sepultura e os caras tavam mandando muito bem um metal porradaso com umas baterias eletronicas aparecendo de vez em quando. se vcs ai do blog tiver algum som do Overdose coloca ae... eu não consigo achar em nenhum lugar. Valeu!! o blog continua ótimo.

Felipe Eugênio disse...

O Bestial Devastation foi lançado como EP também, e EP não faz parte da discografia de álbuns, por isso que eu disse que foi o terceiro. Sobre o Overdose, tá dificil achar cd deles na net, mas vamos ver se achamos. Valeu!

Julio disse...

Pode crer, Lipe! Tá cabreiro achar algo deles :/
Vi um clipe no "Total Massacration" e achei muito bom, uma pena o material ser raro demais.