terça-feira, setembro 11, 2007

As I Lay Dying - An Ocean Between Us


Há poucos meses atrás, eles prometeram que o álbum novo seria diferente, pois estavam muito cansados de seguir na mesma linha do Shadows Are Security. Torci para que o AILD viesse a tocar brutal death metal (por mais que fosse absurdo), e o que aconteceu? É lógico que eles não viraram brutal death metal, mas deram uma boa encorpada no som e uma leve remoldada no estilo.
Tim Lambesis está mandando guturais mais fortes, Jordan Mancino está mais agressivo e afinou sua bateria com mais peso, Nick Hipa e Phil Sgrosso conseguiram criar melodias e riffs melhores que as do álbum anterior - mas distantes das extremamente marcantes de Frail Words Collapse. O surgimento de solos ficou caliente (ai que loOoOoOca), tem uns bem legais. Quanto ao baixista novo, Josh Gilbert, não senti muita diferença em relação a Clint Norris. Bom, os backin' vocals estão melhores, muito melhores, e talvez seja ele quem cante, porém não sei ao certo.
O CD começa com uma lindíssima intro, a faixa "Seperation". Creio que já começaram muito melhor que em qualquer álbum, pois uma boa intro dispensa comentários. Já nas duas seguintes faixas, juro que pensei que estava escutando um Dry Kill Logic mais pesado, porque o estilo é o mesmo. Algum tempo depois, em "Within Destruction", eu percebi que a pegada da banda ficou mais forte, tanto que eu realmente curti esse som. É que, para mim, AILD é aquela banda que eu escuto mas não me prende muito, entende? Mas esse som ali realmente é de tirar o chapéu. "I Never Wanted", com os vocais graves rolando ao mesmo tempo que os agudos harmônicos, ficou linda. Por sinal, é uma música um tanto quanto extensa. É perceptível a quantidade de músicas maiores que eles fizeram nesse disco; fruto, na minha opinião, de um amadurecimento.
E o disco segue com boas músicas, mas ainda falta algo no som deles. Não sei explicar, e é óbvio que gostos e opiniões são diferentes, portanto, não fico assustado se aparecer alguém aqui me xingando porque eu não falei "a verdade" sobre o álbum. Se bem que esses xingamentos são coisas de tr00, e tr00 não curte AILD, porque é cristão, e tr00 odeia cristão, e... Ah, esquece, "Wrath Upon Ourselves" começa quebrando tudo e é uma das músicas mais pesadas que eles já fizeram. Recomendo pra quem quer curtir um som pesado e harmonioso, não caindo extremamente para nenhum dos lados, e sim ficando em um bom equilíbrio.
Download.

3 comentários:

Anônimo disse...

Hey Julio! Optimo post, á muito tempo que procurava este album, mas o Shadows Are Security é bem melhor que este :P

Aconselho-te a postar Devil Sold His Soul, o album de 2007, A Fragile Hope. Já á muito que o procuro e nada, se o encontrares agradecia. vais gostar do som deles.

Abraço,
Joao666 from LastFm

Ernesto Pereira disse...

Cara, reralmente esse disco superou o anterior, o Shadows é foda mais acho que faltou o peso que tem nesse novo CD. Gosto muito do AILD!!

Agora só falta esperar o Sinai Beach!!

Abraços!!!

Anônimo disse...

Αn intriguing disсusѕion is worth comment.
I ԁo belieνe thаt you neeԁ tο publish more on this
subject matter, it mіght not be a tаboo subject but tуpically рeople don't speak about these subjects. To the next! Best wishes!!
Here is my website : custom titanium ring