terça-feira, novembro 13, 2007

English Dogs - To The Ends Of The Earth e Forward Into Battle

English Dogs - To The Ends Of The Earth

O Pedido foi feito há muito tempo, mas agora vai. English Dogs surgiu no início dos anos 80 na Inglaterra, junto com outras bandas da tal "segunda onda punk" ou "Punk's Not Dead", como G.B.H., Varukers e Discharge. Como as outras bandas, começaram tocando um punk-rock extremo, porém com o tempo, a banda começou evoluir e acrescentar elementos metálicos no som da banda. To The Ends Of The Earth foi o primeiro registro dessa fase, lançado em 1984, um EP com apenas 5 músicas, todas elas muito rápidas e nervosas, andamento punk com guitarras mais thrash, com bastante solos também, tudo sem muita produção, um prato cheio para aqueles que são fãs de bandas de Thrash genuinamente oitentistas.


English Dogs - Forward Into Battle

Já conhecida por mistura Hardcore Punk com elementos de Heavy e Speed Metal após o lançamento do disco anterior, a banda foi uma das pioneiras do que mais tarde ficaria conhecido por Crossover, a sonoridade metálica foi ganhando cada vez mais espaço no som da banda, como este Forward Into Battle, que chega lembrar muito o primeiro disco do Metallica, Kill Em' All, seja pelo andamento das músicas "tum-pá-tum-pá" ou pela produção crúa, sem contar com a semelhança vocálica.
Aqui a coisa ficou mais séria, agora com 10 músicas, todas elas com maior duração e uma preocupação maior no resultado final, acabaram sendo de melhor composição e produção, porém perdeu um pouco da intensidade do primeiro. Eu indico vêemente esta banda para aqueles que são fãs de Crossover ou Thrash Metal oitentistas, ou Punk-Rock antigão, um som direto e sem frescura.
Atualmente, foi lançado uma versão em CD com os dois plays em um só, então tu pode conferir eles clicando em qualquer capa, pois virá o mesmo arquivo com os dois LPs's.

2 comentários:

Vini5 disse...

Vaaaaleeeeuuu Felipe !

Há vários anos eu estava à procura desse "To The Ends of The Earth", mas só conseguia encontrar algumas das músicas no Emule, e a qualidade nem sempre era boa.

Eu tenho uma fita K7 (ou o que restou dela) gravada lá pelos idos de 1987, do vinil de um amigo de um amigo meu, e que agora vai finalmente poder descansar em paz

Descanse em paz fitinha. Valeu Felipe. Valeu Fuktmp3 !

drop3 disse...

DUCA !!!