sexta-feira, abril 18, 2008

Poison The Well - Versions


É impossível não começar esse post sem falar de uma grande banda que serviu de, no mínimo, grande influência para esse álbum: Pink Floyd. Sim, por mais que não haja ligação alguma de sonoridade, estilo, composição e tudo mais em qualquer um dos álbuns anteriores do Poison The Well, aqui em Versions fica clara uma enorme influência de Pink Floyd, consciente ou inconsciente, notada por passagens que se você conhece o extenso trabalho do Pink Floyd certamente entenderá.
Lançado em 2007, esse é o último álbum da banda até o momento. Até hoje a maioria dos fãs alega que esse é um álbum fraco, totalmente distantes das raízes. A minoria não joga o álbum na lata do lixo, mas diz que ele é aproveitável. Bom, na época de lançamento eu fiquei chocado, tanto que escutei 3 faixas e já deletei, mas deixei o arquivo .rar guardado em alguma pasta para escutar algum dia. Esse dia ocorreu nessa semana. É bem notável que em You Come Before You eles estavam remodelado minimamente o estilo, mas em Versions a mudança foi brusca. Lembro até que comentaram aqui: "Posta o último álbum deles, um divisor de águas no estilo". Agora vou mais além: Um divisor de fãs, de estilo e um demolidor de barreiras na proposta de explorar os sentimentos humanos. É o único álbum do Poison The Well que vai afundo numa produção diferenciada.
Tive um grande susto ao escutar "Breathing's For The Birds". O vocal limpo é idêntico ao de Roger Waters nos anos 70, a sonoridade da guitarra, bem como os acordes tocados, são típicos de David Gilmour, e a bateria lembra muito Nick Mason. Soa absolutamente igual às músicas que o Pink Floyd fez sem distorção. E isso é muito bom, pois leva o ouvinte para longe. Até na primeira música do CD, a porrada "Letter Thing", já percebe-se tais semelhanças. Mas o hardcore não ficou esquecido. Bateria veloz, guitarras rápidas, o vocal único e rasgado e grave ao mesmo tempo de Jeffery Moreira não deixam tudo leve e, é claro, mostram traços próprios do PTW. Apesar das similaridades, esse é um trabalho muito original e que merece respeito. Pode até parecer contraditório, mas nunca alguma banda foi tão afundo a ponto de criar músicas assim, portanto, é único.
Não digo mais nada. Resta a você baixar o disco e comprovar tudo isso. Download.

5 comentários:

sDm disse...

é ruim.Postem Molotov Solution! aí sim é som foda!

Marcus Bon Vivant disse...

Falou Pink Floyd,
tenho que ouvir !

joão disse...

beleza de blog,baixei várias coisas que n ouvia há anos,gosto do que escrevem sobra as bandas,meio longo mas é engraçado e esclarecedor mas tenho um pedido,é possível colocar no blog aqueles ''buscadores'' de álbuns,tipo pesquisar?como bxei muita coisa as vezes quero ver a crítica pra ler mais sobre o álbum e não sei que mês está porque tem muita coisa hehe,abraço!!!

Anônimo disse...

cara, o pesquisar ta na parte de cima da tela

Felipe disse...

poison the well fez a mesma coisa que o hopesfall fez no ultimo deles, deu uma viajada, seguindo a tendencia mundial de drone/ambient, com talento
assumo, mas ainda assim é uma pena..